Ferramentas: manual, elétrica ou pneumática?

Ferramentas: manual, elétrica ou pneumática?
14/12/2020

A tecnologia proporcionou uma expansão também no mercado das ferramentas. São equipamentos manuais, elétricos e pneumáticos, que se adequam ao ambiente e ao serviço que será feito. Você sabe diferenciar os diferentes tipos de ferramentas? Como e quando usar? Quais os principais benefícios?

 

Acompanhe as próximas linhas desse texto que vou te contar.

 

Ferramentas elétricas

 

As ferramentas elétricas são uma das mais comuns atualmente. Permitem que seja levada a qualquer lugar e funcionam ao serem conectadas a uma tomada. O produto já se tornou popular e por isso, tem um custo benefício mais baixo. Porém se comparada com outros tipo como as pneumáticas, sua durabilidade é bem menor. 

Achou a palavra pneumática estranha? Não se preocupe, vou falar sobre ela agorinha.

Voltando para as ferramentas elétricas, elas são recomendadas para trabalhos manuais com baixo nível de complexidade como montagem de móveis. Sendo assim, antes de comprar é importante verificar o que é melhor para o serviço que vai realizar. 

 

Ferramentas pneumáticas

 

Agora sim, vamos falar sobre as pneumáticas. Esse tipo de ferramenta funciona conectada a um compressor que fornece o ar necessário para que o equipamento funcione da forma necessária. São equipamentos com uma potência de alto nível e serviços mais complexos. 

Além disso, o uso desse tipo de ferramenta garante uma economia no uso de energia elétrica. As ferramentas pneumáticas são indicadas para pinturas em funilarias e aperto de parafusos em indústrias automobilísticas.


 

Ferramentas manuais

Como o nome já diz é uma ferramenta que exige o esforço humano e você com certeza já viu ou usou alguma. É comum ter dessas chaves em casa, no carro e até mesmo no trabalho.

 

Vale destacar que a Everest Distribuidora possui uma linha completa de ferramentas para você aproveitar e melhorar o seu trabalho. Compre a sua ou fale com um dos nossos vendedores.